Se logger

Se connecter

Bienvenue sur le site

En vous identifiant, nous pourrez devenir rédacteur pour proposer des articles, et discuter dans les forums de Une saison en Guyane…

Identifiant

Mot de passe

Se souvenir de moi

S’enregistrer

Bienvenue sur la zone d’enregistrement du site web de Une saison en Guyane ! si vous êtes déjà inscrit, vous pouvez vous identifier ici. Si vous ne l’êtes pas encore, inscrivez vous et accédez aux forums, et partagez vos découvertes avec nous !

Vous pourrez réagir aux articles, participer au forum. Cela vous permettra aussi de proposer de nouveaux articles, aux brèves et de partagez vos plus belle photos !

Nom obligatoire

Email obligatoire


Uma senha será enviada para seu email.

Mot de passe perdu

Vous ne retrouvez plus votre mot de passe ou votre identifiant de connexion ? Entrez votre adresse email ou votre identifiant…

Mot de passe oublié

Proposer un contenu
Les articles de la rubrique "Cultura"
Mercado dos peixes de Caiena. Vermelho: 6,50 euros. « - Foi você quem pescou esses peixes ou você os comprou? O vendedor hesita na hora de responder. - Eu os comprei. da Cogumer. » Cogumer e Abchée são as 2 empresas que estabelecem contratos com os pescadores venezuelanos. Eles compram seus vermelhos por...
quinta-feira1 novembro2012
PorC. Aubinais et Mathilde Bachelet

Algumas dezenas de minutos do centro de Paramaribo bate um dos corações da cultura javanesa. Essa cultura acompanhou os primeiros migrantes javaneses, desembarcados há 120 anos.  Hoje, mais de 70.000 de seus descendentes percorrem o longo caminho da memória que os liga à ilha de seus ancestrais, marcado por seus...
domingo14 outubro2012
14 outubro 2012 0
«Cyrus , apresse-se, você vai perder a guerra de flores! Cyrus não estava pronto. Seu primo Agenor podia insistir em apressá-lo, mas de jeito algum ele desceria naquele momento. Eles haviam acabado de chegar do desfile, e já tinham que sair de novo. Talvez fosse melhor descansar um pouco. Para ele, o...
domingo14 outubro2012
PorDennis Lam, d'après le témoignage de Cyrus

Os bushinenges (esse nome vem de Bush Negroes que significa Negros das matas), tambem chamados “negros maroons”, são os descendentes dos escravos africanos que fugiram das Casas-grandes coloniais de Suriname e encontraram refúgio na floresta entre o meio do século XVII e o final do século XVIII. Eles conseguiram se...
terça-feira2 outubro2012
PorM-P Jean-Louis - Conservateur du Musée des cultures guyanaises

MAROONAGE O s Aluku são um dos seis grupos de Negros Marrons que vivem na Guiana Francesa e no Suriname. São os descendentes dos escravos que fugiram das plantações holandesas no século XVIII, e encontraram refúgio na floresta. Os Boni são um dos últimos grupos que ser formaram, em 1769 sob as...
terça-feira2 outubro2012
PorMarie Fleury - Muséum National d’Histoire Naturelle.

Você já deve ter cruzado com ele. Uma figura estranha, esquelética, colhendo ali e acolá folhas na praça das Palmistas. Digamos que não se  tratam de simples folhas para ele. A “Roystonea regia” ou palmeira real não é originária da Guiana Francesa. Várias partes da planta são utilizadas: consome-se o broto...
sábado25 agosto2012
PorStana Sampson

Os Wayana são uma das comunidades ameríndias presentes no território guianês. Eles vivem no sudoeste da Guiana Francesa no município de Maripasoula. Sua população estimada é de aproximadamente 1.000 habitantes na Guiana Francesa, mas seu território se estende até ao Brasil (pelo Paru do Leste) e ao Suriname (pelo Tapanahoni)....
sexta-feira24 agosto2012
PorMarie Fleury, Muséum National d’Histoire Naturelle